Equipe da Luta feminina viaja para disputar final do Golden Grand Prix

 

camila_fama

Camila Fama, de punho erguido, espera repetir vitórias na final do Golden Grand Prix

A Luta Feminina do país viaja na madrugada desta terça-feira para Baku, capital do Azerbaijão, onde disputa pela primeira vez na história a final do Golden Grand Prix, que acontece no próximo sábado (26). O torneio reúne as melhores atletas do mundo considerando os resultados do Grand Prix de Paris disputado em fevereiro e o Grand Prix da Espanha, disputado em Junho. Na França, a equipe feminina alcançou o terceiro lugar geral por equipes e classificou seis atletas para a grande final da competição Camila Fama, Joice Silva, Lais Nunes, Dailane Gomes, Gilda Oliveira e Aline Silva.

“O ano de 2014 tem sido único para a luta feminina. Participamos de torneios importantes, realizamos um intercâmbio no Japão e estamos em ritmo de competição, já que disputamos o Pan-americano na última semana. A competição no Azerbaijão terá um nível alto e estamos preparadas para mais este desafio”, explicou Camila Fama, quinta colocada no Grand Prix de Paris, mesma posição de Dailane Gomes da categoria até 63Kg.

A equipe brasileira conseguiu resultados expressivos em 2014. Aline Silva da categoria até 75Kg foi campeã do Grand Prix de Paris e dos Jogos Sul-americanos do Chile, em 2014. Gilda Oliveira também conquistou o lugar mais alto no pódio no Chile e foi sexto lugar, em Paris. Joice Silva obteve duas medalhas de bronze no Torneio Kolov e Petrov da Bulgária. Outra atleta que chega motivada para competição é Lais Nunes. A goiana foi medalha de prata no Pan-americano da modalidade de 2014 obteve duas medalhas de pratas. Em Baku, Lais voltará a lutar na categoria até 63Kg.

“Foi uma experiência muito boa lutar na categoria até 60Kg no Pan-americano e ainda conquistar a medalha de prata. Por outro lado é muito bom voltar a poder lutar na categoria até 63Kg, que é a minha categoria. A final do Golden Grand Prix é um desafio e uma grande oportunidade para crescer”, explicou Lais Nunes.

Todas as atletas competem neste sábado (26). As eliminatórias acontecem às 2h e as finais categorias às 9h. Além das atletas, a delegação brasileira conta ainda com o treinador cubano Pedro Garcia e o árbitro olímpico Eduardo Paz.

Confira a delegação que irá representar o país na grande final do Golden Grand Prix 2014.

Atletas:
Camila Fama até 53Kg
Joice Silva 58Kg
Dailane Gomes 63Kg
Lais Nunes 63Kg
Gilda Oliveira 69Kg
Aline Silva 75Kg

Técnico:
Pedro Garcia

Árbitro:
Eduardo Paz

Brasil encerra participação no Mundial Cadete

 

rafael-filho-bruno-de-paula

O Chefe de equipe Bruno de Paula com o atleta Rafael Filho.

A equipe brasileira encerrou neste domingo sua participação no Campeonato Mundial Cadete 2014, em Snina, Eslováquia. Rafael Crystello Filho disputou a categoria até 100Kg, no estilo livre, e terminou na 20ª colocação. O brasileiro enfrentou logo na estreia o russo Alan Keleshev. O adversário acabou superando Rafael mas não conseguiu avançar às finais e impediu o brasileiro de disputar a repescagem.

Além de Rafael, que lutou nos estilos livre e greco-romano, Calebe Corrêa, Erivan Rocha e Juliana Rodrigues representaram o país na competição. Agora, dois atletas da categoria cadete, Rafael Filho e Calebe Corrêa, voltam as atenções para os Jogos Olímpicos da Juventude, em agosto, em Nanquim, na China.

 

Juliana Rodrigues termina em 17° lugar no Mundial Cadete

04_juliana_rodrigues-es

Juliana Rodrigues mostrou garra e iniciativa no Mundial Cadete (Foto arquivo)

A atleta Juliana Rodrigues ficou em 17° lugar na categoria até 46Kg da luta feminina disputada  nesta sexta-feira no Campeonato Mundial Cadete de Luta Olímpica 2014, em Snina, Eslováquia. Mesmo lutando com uma adversária mais experiente, a americana Sariyah Jones, a brasileira não se intimidou e tomou a iniciativa do combate. A americana acabou levando a melhor ao final do combate, mas não conseguiu avançar na fase seguinte, impedindo Juliana de disputar a repescagem da competição. O ouro ficou com a japonesa Miho Igrashi.

A equipe brasileira no Mundial ainda terá o brasileiro Rafael Crystello Filho no estilo livre masculino, categoria até 100Kg. O atleta capixaba entrará em ação no próximo domingo dia 20. Rafael foi vice-campeão no Pan-americano disputado em maio no Recife, Pernambuco.  Além de Rafael e Juliana, Calebe Corrêa e Erivan Rocha representaram o país na competição para atletas de 15 a 17 anos.

As eliminatórias do estilo livre acontecem às 5h e as finais às 13h, horário de Brasília. As lutas podem ser acompanhadas ao vivo no seguinte endereço: http://www.fila-official.com/sites/ultimate/

Juliana Rodrigues estreia no Campeonato Mundial Cadete

04_juliana_rodrigues-es

Juliana Rodrigues, de azul, vai representar o país no Mundial Cadete 2014

A atleta Juliana Rodrigues representa o Brasil na madrugada desta sexta-feira (18) no Campeonato Mundial Cadete, disputado em Snina, Eslováquia. A brasileira da categoria até 46Kg enfrenta na estreia a americana Jones Saryha,  12ª colocada no Campeonato Mundial de 2013. O Brasil volta ao tapete após três dias da participação de Erivan Rocha, Cabele Corrêa e Rafael Crystello Fillho no estilo greco-romano, na última terça-feira.

Natural do Espírito Santo, Juliana é atual campeã brasileira na categoria até 46kg  e terá em seu córner o também capixaba  e chefe de equipe Bruno de Paula. As eliminatórias acontecem a partir das 5h e as finais às 13h, horário de Brasília. As lutas podem ser conferidas ao vivo no seguinte endereço:  http://fila-official.com/sites/ultimate/index.php

No próximo domingo (20), Rafael Crystello Filho encerrerá a participação do país na categoria até 100Kg do estilo livre masculino.

Brasil encerra Pan Sênior com duas medalhas

lais_nunes_medalha_de prata

Lais Nunes obteve o melhor resultado do país no Pan-americano Sênior 2014

A delegação brasileira de Luta Olímpica encerrou a participação no Pan-americano Sênior 2014, disputado na Cidade do México com duas medalhas. Lais Nunes na categoria até 60kg ficou com a medalha de prata e Antônio dos Santos com o bronze na categoria até 130Kg. Dois importantes resultados em virtude do alto nível apresentado nos três estilos da modalidade. No último dia de disputas, destinado ao estilo livre masculino, os atletas brasileiros brigaram por medalhas em três categorias com Adrian Jaoude, Tasso Carvalho e Juliano Carvalho mas todos acabaram com o 5º lugar.

Adrian Jaoude da categoria até 86Kg estreou com uma vitória por superiodade técnica ao fazer 14 a 2 sobre o mexicano Antonio Saldana. Nas quartas-de-finais, Adrian não passou pelo venezuelano José Diaz, mas voltou com força para repescagem. Depois de passar pelo dominicano Billy Valdez com nova vitória por superiodade técnica, 13 a 2, Adrian ganhou o direito de disputar o bronze. Na disputa da medalha de bronze, o americano Klayton Foster acabou levando a melhor.Tasso Rocha da categoria até 70Kg e Juliano Carvalho até 61Kg realizaram boas lutas, mas foram superados na disputa pelo bronze pelos equatorianos Yoan Blanco e Jefferson Mayea, respectivamente.

Juan Bittencourt estreou com vitória por superioridade técnica ao fazer 11 a 0 no hondurenho Osman Sanchez. Mas acabou não avançando nas quartas-de-finais da categoria até 97Kg e ficando fora da repescagem. O mesmo aconteceu com Hugo Cunha, da categoria até 125Kg. O brasileiro venceu por 10 a 3 o panamenho Rodolfo Waithe na estreia e acabou parando nas quartas-de-finais diante de Eduardo Lopes de Porto Rico.

O Brasil ainda foi representado em mais três categorias de peso. Uziel Correia, até 57Kg, teve uma dura estreia contra o americano Zachary Sanders, atleta campeão da categoria, e também não avançou na repescagem. O mesmo aconteceu com Willian Assy, que logo na estreia foi superado pelo futuro campeão da categoria até 65Kg, o cubano Alejandro Valdez. Rafael Jesus, da categoria até 75Kg, acabou parando na estreia contra o mexicano Javier Guevara.

Com o término da competição os atletas brasileiros se dividem em duas frentes. A delegação feminina composta por Camila Fama, Lais Nunes, Dailane Gomes, Gilda Oliveira, Joice Silva e   Aline Silva se preparam para a final do Golden Grand Prix, no Azerbaijão, de 25 a 27 de julho. Em agosto, ainda disputam o Campeonato Brasileiro feminino. Já os atletas do estilo livre e do estilo greco-romano se preparam para o Campeonato Mundial em setembro.

Lais Nunes conquista medalha de prata na Luta feminina

lais_nunes_prata

Lais Nunes faturou a segunda medalha do Brasil no Pan-americano Sênior 2014

A delegação brasileira conquistou, nesta quarta-feira, a segunda medalha  no Pan-americano Sênior de Luta Olímpica 2014, disputado na Cidade do México, capital mexicana. Em mais um dia com um alto nível de combate, Lais Nunes ficou com a medalha de prata na categoria até 60Kg, após um embate decidido com apenas um ponto de vantagem para canadense Michelle Fazzari. Foi a segunda medalha do Brasil na competição que já havia conquistado o bronze na última terça-feira com Antônio dos Santos, no estilo greco-romano até 130Kg. Joice Silva, da categoria até 58Kg e Giullia Penalber até 55Kg  estiveram bem perto da medalha de bronze e terminaram em 5º lugar.

Lais avançou em sua chave com uma vitória por W.O  sobre a mexicana Karen Castellanos. Em seguida, a brasileira garantiu vaga na final com uma vitória por encostamento sobre a equatoriana Dayana Mendez logo no primeiro round. Na final, Lais começou bem e abriu 2 a 0 de vantagem sobre Michelle Fazzari, do Canadá. A canadense empatou antes do fim do primeiro round. No último round, Lais recebeu a segunda advertência e teve 30 segundos para pontuar. Como não conseguiu pontuar, um ponto foi concedido para adversária e acabou decidindo o combate em 3 a 2 para canadense.

Na categoria até 55 Kg, Giullia Penalber vencia a disputa da medalha de bronze por 3 a 2 até faltarem apenas cinco segundos para o fim da luta. Ao andar para trás e lateralmente, o árbitro aplicou a regra “Flee the Fight”, ou seja, alegou que a brasileira evitou a luta propositalmente e puniu a brasileira com uma falta. Um ponto foi concedido à adversária Kassangela Torres e a luta ficou empatada em 3 a 3. A brasileira perderia no desempate técnico, já que a colombiana aplicou o golpe de maior pontuação. O córner brasileiro então pediu o desafio com recurso de vídeo para tentar provar que a interpretação da punição está errada. No entanto, a pontuação não foi alterada e a venezuelana recebeu mais um ponto que acabou decidindo a luta em 4 a 3 para Torres.

Joice Silva, da categoria até 58Kg, avançou até as quartas-de-finais, quando foi superada pela equatoriana Lisseth Antes. Na repescagem, Joice venceu por 6 a 3 a venezuelana Mared Sarmiento e ganhou o direito de disputar a medalha de bronze. A representante do Brasil nos Jogos Olímpicos de Londres vencia Sandra Roa da Colômbia por 4 a 2. Mas a segundos do término do segundo round, a colombiana Roa pontuou, empatou a disputa em 4 a 4 e venceu pelo critério de desempate do último golpe aplicado.

Dailane Gomes da categoria até 63Kg venceu a argentina Ruth Hussein por 12 a 0, mas não conseguiu ir além das quartas-de-finais e nem avançar na repescagem. O mesmo aconteceu com Aline Silva que estreou com vitória sobre Amixam Flores, do México, mas não conseguiu passar pela canadense Leah Callahan. Susana Santos da categoria até 48Kg, Camila Fama até 53Kg, Gilda Oliveira até 69Kg tiveram insucessos na primeira rodada e não avançaram na repescagem.

Nesta quinta-feira (17), os atletas brasileiros do estilo livre masculino encerram a participação brasileira no último dia do Pan-americano Sênior 2014. As eliminatórias começam 12h e as finais às 20h, horário de Brasília.

Brasil conquista primeira medalha no Pan-americano Sênior 2014

antonio_dos_santos_bronze

Antônio dos Santos faturou a medalha de bronze no Pan-americano Sênior 2014

A delegação brasileira de Luta Olímpica conquistou, nesta terça-feira, a primeira medalha no Pan-americano Sênior de Luta Olímpica 2014. Antônio dos Santos ficou com a medalha de bronze na categoria até 130Kg, ao vencer o venezuelano Moises Perez, no ginásio do Instituto Politécnico, na Cidade do México. Para se ter ideia do alto nível técnico da competição, o medalhista de ouro da categoria de Antônio dos Santos, foi o bicampeão olímpico, em 2008 e 2012, Mijaín Lopez, de Cuba.

Antônio estreou na competição com uma vitória de 8 a 0 sobre o equatoriano Carlos Delgado e avançou para semifinal. Mesmo após ser superado pelo dominicano Ramon Garcia, voltou para repescagem e não deu chances para o mexicano Moises Perez, encerrando a disputa  no primeiro round com um encostamento, golpe que finaliza o combate imediatamente. A medalha de bronze foi a terceira pan-americana da carreira de Antônio, que conquistou bronzes em 2006 e 2013.

 Nas outras categorias os atletas lutaram bem mas não chegaram ao pódio. Daniel Ferreira foi 5º colocado na categoria até 80Kg esteve perto da medalha. Na decisão do terceiro lugar, o mexicano Luis Rivera acabou superando o brasileiro. Na categoria até 59Kg, Diego Romanelli venceu por 8 a 0 o chileno Cristobal Nunez em sua primeira luta. Na sequência, o brasileiro sofreu um revés diante do panamenho Rafael Ramirez e não avançou na repescagem. Na categoria até 66Kg, Rafael Páscoa superou o chileno Gonzalo Gonzalez pelo placar de 8 a 7, mas acabou derrotado na fase seguinte pelo cubano e também não avançou na repescagem.

Na categoria até 75Kg, Ângelo Moreira venceu por encostamento o mexicano Jonathan Kuichua, mas na sequência, não superou o cubano Yusniel Batisda. Ronisson Brandão, medalhista nos Jogos Sul-americanos, também estreou com vitória de 1 a 0  sobre o peruano Hebert Castillo, na categoria até 85Kg. Na luta seguinte, em duelo que começou equilibrado, o brasileiro acabou parando no colombiano Cristian Mosquera. Na categoria até 98Kg, Davi Albino não conseguiu passar da estreia contra o dominicano José Arias.

Nesta quarta-feira (16) é a vez da Luta Feminina entrar em ação. As eliminatórias começam às 12h e as finais às 20h, horário de Brasília.