Brasileiro é escolhido o melhor árbitro da final do Golden Grand Prix

Dadu_melhor_juiz

Eduardo Paz exibe o broche concedido ao melhor árbitro do Golden Grand Prix 2014

A Luta Olímpica brasileira foi bem representada dentro e fora do tapete de lutas na grande final do Golden Grand Prix 2014, realizado no último fim de semana, em  Baku, Azerbaijão. O brasileiro Eduardo Paz Gonçalves foi escolhido o melhor entre os 30 árbitros participantes do torneio, em sua maioria no último e mais importante nível da arbitragem: o nível olímpico. A surpresa do prêmio deu lugar a satisfação pelo reconhecimento ao seu trabalho.

“Em um primeiro momento não acreditei. É uma alegria muito grande receber esse prêmio em uma competição com tantos árbitros olímpicos e de nível mundial. Gostaria de agradecer primeiro a Deus e depois ao Superintendente Roberto Leitão e ao Presidente Pedro Gama Filho por acreditarem no meu trabalho e me proporcionarem momentos como esse”, comemorou Eduardo Paz, um dos 45 árbitros no mundo capacitados a participar dos Jogos Olímpicos.

Durante a competição, o árbitro brasileiro esteve envolvido em dez disputas de medalhas, sendo seis delas valendo a medalha de ouro. Segundo Eduardo, além da confiança da comissão de arbitragem em seu desempenho durante toda a competição, o principal trunfo para se destacar é o respeito ao protocolo.

“Procuro me atualizar e sempre seguir os exemplos dos árbitros mais renomados. Não adianta saber apenas a pontuação dos golpes e as regras do esporte, o protocolo também deve ser seguido. Sinceramente estava me preparando para tentar ganhar um prêmio como esse nos Jogos Olímpicos 2016 e fico muito feliz de ter esse reconhecimento já em 2014”, explicou Eduardo.

O árbitro olímpico Eduardo Paz poderá ser visto em ação no Campeonato Brasileiro de Luta Feminina, dia 10/08, no ginásio do CEFAN, Penha, Zona Norte do Rio de Janeiro.    

Luta Feminina fica perto do pódio no Golden Grand Prix

image

Joice Silva (de vermelho) foi um dos destaques da equipe feminina a final do Golden Grand Prix ( Crédito: FILA)

A Luta Feminina conquistou três quintos lugares na grande final do Golden Grand Prix, disputado neste sábado, em Baku, capital do Azerbaijão. Joice Silva da categoria até 58kg, Dailane Gomes e Lais Nunes, ambas da categoria até 63kg por pouco não trouxeram a medalha de bronze na bagagem de volta para o Brasil. Foi a primeira vez que o Brasil classificou atletas para a final da competição que reúne as melhores atletas somando as duas etapas do Grand Prix (Grand Prix da França e Grand Prix da Espanha).

Com duas atletas de alto nível na categoria até 63Kg, o Brasil esteve perto de trazer duas medalhas em uma só categoria. Lais Nunes estreou vencendo a cazaque Olga Kalinina por encostamento. Na luta seguinte, Lais fez uma luta acirrada contra a americana Elena Pirozhkov, decidida apenas nos segundos finais. No fim, vitória para americana por 3 a 2, que mais tarde conquistaria o ouro. Na disputa pelo bronze, a ucraniana Yuliia Takach superou Lais.

Do outro lado chave na categoria até 63Kg, Dailane Gomes mostrou garra e técnica para disputar a medalha. Depois de um revés na estreia contra a japonesa, onde saiu na frente, mas não conseguiu manter o placar, Dailane venceu a Zarina Kunangarayeva por encostamento na repescagem e foi lutar pelo bronze. Como em todos os combates anteriores Dailane tomou a iniciativa do combate e saiu na frente da russa que conseguiu se recuperar e ficar com a medalha de bronze.

Joice Silva, representante do país nos Jogo Olímpicos iniciou a caminhada vencendo por superiodade técnica Aisullu Tynybekova, do Quirguistão. Já nas semifinais acabou superada por Alison Ragan, dos Estados Unidos. Na disputa da medalha de bronze, Ayaka Ito acabou ficando com a medalha. As outras três atletas do Brasil, Camila Fama da categoria até 53kg, Gilda Oliveira da categoria até 69kg e Aline Silva até 75kg apesar do bom desempenho, não conseguiram avançar em suas chaves.

As atletas agora se prepararam para o Campeonato Brasileiro de Luta Feminina que acontece no dia 10 de agosto, no ginásio do CEFAN, Penha, Rio de Janeiro.

Confira a classificação final do Golden Grand Prix:

Joice Silva até 58kg: 5º lugar
Dailane Gomes até 63kg:5º lugar
Lais Nunes até 63kg:5º lugar
Aline Silva até 75kg:7º lugar
Gilda Oliveia até 69kg: 9º lugar
Camila Fama até 53kg: 11º lugar

COMUNICADO: Campeonato Brasileiro de Luta Feminina

COMUNICADO 

A Confederação Brasileira de Lutas Associadas solicita o envio imediato das inscrições preliminares com número de atletas, árbitros e dirigentes que participarão do Campeonato Brasileiro de Luta Feminina 2014.

Equipe da Luta feminina viaja para disputar final do Golden Grand Prix

 

camila_fama

Camila Fama, de punho erguido, espera repetir vitórias na final do Golden Grand Prix

A Luta Feminina do país viaja na madrugada desta terça-feira para Baku, capital do Azerbaijão, onde disputa pela primeira vez na história a final do Golden Grand Prix, que acontece no próximo sábado (26). O torneio reúne as melhores atletas do mundo considerando os resultados do Grand Prix de Paris disputado em fevereiro e o Grand Prix da Espanha, disputado em Junho. Na França, a equipe feminina alcançou o terceiro lugar geral por equipes e classificou seis atletas para a grande final da competição Camila Fama, Joice Silva, Lais Nunes, Dailane Gomes, Gilda Oliveira e Aline Silva.

“O ano de 2014 tem sido único para a luta feminina. Participamos de torneios importantes, realizamos um intercâmbio no Japão e estamos em ritmo de competição, já que disputamos o Pan-americano na última semana. A competição no Azerbaijão terá um nível alto e estamos preparadas para mais este desafio”, explicou Camila Fama, quinta colocada no Grand Prix de Paris, mesma posição de Dailane Gomes da categoria até 63Kg.

A equipe brasileira conseguiu resultados expressivos em 2014. Aline Silva da categoria até 75Kg foi campeã do Grand Prix de Paris e dos Jogos Sul-americanos do Chile, em 2014. Gilda Oliveira também conquistou o lugar mais alto no pódio no Chile e foi sexto lugar, em Paris. Joice Silva obteve duas medalhas de bronze no Torneio Kolov e Petrov da Bulgária. Outra atleta que chega motivada para competição é Lais Nunes. A goiana foi medalha de prata no Pan-americano da modalidade de 2014 obteve duas medalhas de pratas. Em Baku, Lais voltará a lutar na categoria até 63Kg.

“Foi uma experiência muito boa lutar na categoria até 60Kg no Pan-americano e ainda conquistar a medalha de prata. Por outro lado é muito bom voltar a poder lutar na categoria até 63Kg, que é a minha categoria. A final do Golden Grand Prix é um desafio e uma grande oportunidade para crescer”, explicou Lais Nunes.

Todas as atletas competem neste sábado (26). As eliminatórias acontecem às 2h e as finais categorias às 9h. Além das atletas, a delegação brasileira conta ainda com o treinador cubano Pedro Garcia e o árbitro olímpico Eduardo Paz.

Confira a delegação que irá representar o país na grande final do Golden Grand Prix 2014.

Atletas:
Camila Fama até 53Kg
Joice Silva 58Kg
Dailane Gomes 63Kg
Lais Nunes 63Kg
Gilda Oliveira 69Kg
Aline Silva 75Kg

Técnico:
Pedro Garcia

Árbitro:
Eduardo Paz

Brasil encerra participação no Mundial Cadete

 

rafael-filho-bruno-de-paula

O Chefe de equipe Bruno de Paula com o atleta Rafael Filho.

A equipe brasileira encerrou neste domingo sua participação no Campeonato Mundial Cadete 2014, em Snina, Eslováquia. Rafael Crystello Filho disputou a categoria até 100Kg, no estilo livre, e terminou na 20ª colocação. O brasileiro enfrentou logo na estreia o russo Alan Keleshev. O adversário acabou superando Rafael mas não conseguiu avançar às finais e impediu o brasileiro de disputar a repescagem.

Além de Rafael, que lutou nos estilos livre e greco-romano, Calebe Corrêa, Erivan Rocha e Juliana Rodrigues representaram o país na competição. Agora, dois atletas da categoria cadete, Rafael Filho e Calebe Corrêa, voltam as atenções para os Jogos Olímpicos da Juventude, em agosto, em Nanquim, na China.

 

Juliana Rodrigues termina em 17° lugar no Mundial Cadete

04_juliana_rodrigues-es

Juliana Rodrigues mostrou garra e iniciativa no Mundial Cadete (Foto arquivo)

A atleta Juliana Rodrigues ficou em 17° lugar na categoria até 46Kg da luta feminina disputada  nesta sexta-feira no Campeonato Mundial Cadete de Luta Olímpica 2014, em Snina, Eslováquia. Mesmo lutando com uma adversária mais experiente, a americana Sariyah Jones, a brasileira não se intimidou e tomou a iniciativa do combate. A americana acabou levando a melhor ao final do combate, mas não conseguiu avançar na fase seguinte, impedindo Juliana de disputar a repescagem da competição. O ouro ficou com a japonesa Miho Igrashi.

A equipe brasileira no Mundial ainda terá o brasileiro Rafael Crystello Filho no estilo livre masculino, categoria até 100Kg. O atleta capixaba entrará em ação no próximo domingo dia 20. Rafael foi vice-campeão no Pan-americano disputado em maio no Recife, Pernambuco.  Além de Rafael e Juliana, Calebe Corrêa e Erivan Rocha representaram o país na competição para atletas de 15 a 17 anos.

As eliminatórias do estilo livre acontecem às 5h e as finais às 13h, horário de Brasília. As lutas podem ser acompanhadas ao vivo no seguinte endereço: http://www.fila-official.com/sites/ultimate/

Juliana Rodrigues estreia no Campeonato Mundial Cadete

04_juliana_rodrigues-es

Juliana Rodrigues, de azul, vai representar o país no Mundial Cadete 2014

A atleta Juliana Rodrigues representa o Brasil na madrugada desta sexta-feira (18) no Campeonato Mundial Cadete, disputado em Snina, Eslováquia. A brasileira da categoria até 46Kg enfrenta na estreia a americana Jones Saryha,  12ª colocada no Campeonato Mundial de 2013. O Brasil volta ao tapete após três dias da participação de Erivan Rocha, Cabele Corrêa e Rafael Crystello Fillho no estilo greco-romano, na última terça-feira.

Natural do Espírito Santo, Juliana é atual campeã brasileira na categoria até 46kg  e terá em seu córner o também capixaba  e chefe de equipe Bruno de Paula. As eliminatórias acontecem a partir das 5h e as finais às 13h, horário de Brasília. As lutas podem ser conferidas ao vivo no seguinte endereço:  http://fila-official.com/sites/ultimate/index.php

No próximo domingo (20), Rafael Crystello Filho encerrerá a participação do país na categoria até 100Kg do estilo livre masculino.